*Mensagem Nº 30* – 16/5/2018

No último domingo, dia 13, comemoramos o Dia das Mães e a AgirTrês não poderia deixar de lado uma data tão especial. Assim como a Logoterapia, mãe também é verbo. Mãe é cuidar, é acolher, é amar. E nas palavras de Frankl

“Amar é atitude, é gratuito, é especificamente humano, é um ato existencial, é uma descoberta do valor do outro na própria existência, e não uma autosatisfação. Amar o outro em seu vir-a- ser.”

Pensando nisso, nossa equipe escolheu o artigo “A SÍNDROME DO NINHO VAZIO SOB O OLHAR DA LOGOTERAPIA”, de Lucia Helena Chuery. Vale lembrar que as constatações aqui presentes não expressam necessariamente as opiniões do Núcleo, mas são afirmações decorrentes da pesquisa realizada pela autora.

RESUMO
O objetivo deste trabalho foi propor uma reflexão sobre a Síndrome do Ninho Vazio a partir de alguns pressupostos teóricos da Logoterapia e Análise Existencial de Viktor Emil Frankl. Associada à fase do ciclo vital familiar, na
qual o último filho sai da casa dos pais, a síndrome traz como sintomas a solidão, tristeza, apatia e a depressão que acometem pais e mães, em diferentes intensidades. A Logoterapia, centrada na busca do sentido, acrescenta sobre a vivência do homem e da mulher nesses contextos grande valor ao integrar, para além das observações da individualidade da mulher e do homem, dos papéis desempenhados em relação aos filhos, dos conteúdos
vivenciais de cada um além da maternidade e paternidade, o sentido à experiência de existir dessas pessoas, ampliando o entendimento do exercício da parentalidade e da individualidade do ser nessas relações. Assim,
possibilita um entendimento sobre a Síndrome do Ninho Vazio ao referir que a saída do último filho não seria a razão para o sofrimento acentuado dos pais, mas sim o vazio existencial. Concebendo a pessoa que se tornou mãe e se tornou pai como um ser integral e livre para algo, a Logoterapia propõe que saiam de si na busca do sentido, autotrascendendo, sendo responsáveis, atentos às situações da vida com a saída do último filho, descobrindo também seu dever-ser.

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir: A Síndrome do Ninho Vazio – Lúcia Chuery

Boa leitura! Acesse nossa página e saiba mais sobre nossos cursos e eventos!

Abraços e até breve!
Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*