Onde buscar ajuda – Setembro amarelo

“Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos…”

Como disse Beto Guedes na música Sol de Primavera, setembro chegou e com ele a lembrança de que é possível reconquistar uma vida plena de sentido, independentemente dos cenários atuais que se apresentam na vida de cada pessoa. Este é um mês especial dedicado à prevenção do suicídio e do comportamento autodestrutivo e, mais especificamente, à valorização da vida a partir da campanha Setembro Amarelo.

Quando o vazio existencial aparece e perde-se de vista o sentido de vida, o que fazer? Como apoiar uma pessoa passando por essa dor? Como profissional, como se preparar para lidar com uma questão tão séria dentro do consultório? Listamos abaixo algumas informações que podem ser muito importantes nessas situações.

Se você está precisando de apoio agora, saiba onde pode contar com ajuda imediata! Você não está sozinho.

  • CVV – Centro de Valorização da Vida. É só discar 188 (ligação gratuita) ou usar o chat no site para uma conversa sigilosa. Os canais estão disponíveis 24 horas por dia, todos os 7 dias da semana.
  • CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde).
  • UPA 24H, SAMU 192, Proto Socorro; Hospitais

Quando você procura ajuda, você merece:

  • Ser respeitado e levado a sério;
  • Ter o seu sofrimento levado em consideração;
  • Falar em privacidade com as pessoas sobre você mesmo e sua situação;
  • Ser escutado;
  • Ser encorajado a se recuperar.

Se por outro lado, você é um profissional da área de saúde ou correlatas, e sente que precisa se preparar para receber pacientes nessa situação, conheça algumas iniciativas e materiais que podem apoiá-lo:

Por último, fique atento à frases e ideias que, como um sinal de alerta, demonstram que há uma intenção suicida:

  • “Vou desaparecer.”
  • “Vou deixar vocês em paz.”
  • “Eu queria poder dormir e nunca mais acordar.”
  • “É inútil tentar fazer algo para mudar, eu só quero me matar.”

Fonte: Ministério da Saúde